quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Salmo 121

Levanto os meus olhos para os montes e pergunto: De onde me vem o socorro?
O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.
Ele não permitirá que você tropece; o seu protetor se manterá alerta,
sim, o protetor de Israel não dormirá, ele está sempre alerta!
O Senhor é o seu protetor; como sombra que o protege, ele está à sua direita.
De dia o sol não o ferirá, nem a lua, de noite.
O Senhor o protegerá de todo o mal, protegerá a sua vida.
O Senhor protegerá a sua saída e a sua chegada, desde agora e para sempre.
- Salmos 121:1-8

O salmo 121 é um dos salmo que fica no conjunto dos chamados Salmos de Romaria, que vai do salmo 120 ao 134. Os judeus cantavam estes salmos enquanto subiam “o monte” para as principais festas de Jerusalém, onde cantavam sua confiança no Senhor. Este Salmos também nos ensina algumas verdades sobre a nossa condição humana, sobre o nosso relacionamento com Deus. Sobre nossos conflitos e anseios. E sobre a segurança que vem do Senhor.

1 - Elevo meus olhos para o monte

O Ser humano é um ser ansioso. Está sempre olhando para lugares altos, elevando seus olhos, contemplando a existência e procurando algo maior do que a si mesmo. Há em nós uma certa inquietude constante que só é sanada pela confiança em Deus na volta de Cristo, e que um dia não teremos falta de mais nada. Mas nesta realidade muitas vezes percebemos esta falta. E, de tanto contemplar, surge em nosso coração a pergunta…

De onde virá o meu socorro?

Alguns filósofos dizem que existe um termo que diferencia o Homem dos animais: a angústia (definição simplória e incompleta, sabemos). E esta definição diz muito sobre esta pergunta. De onde virá o meu socorro?
Estamos sempre em busca de algo melhor. Deus colocou em nosso coração o sentimento de que falta algo porque Ele suprirá esta falta um dia. Este sentimento é na verdade um incentivo a buscá-lo cada vez mais. Mas as pessoas, perdidas. E nós, quando não estamos andando conforme a vontade de Deus, nos esquecemos disso. E passamos a buscar respostas para nossas angústias em coisas que não podem nos dar.
  1. Na religião: em nossos tempos há propostas de religião incontáveis.
  2. Ciência: muitos, mesmo se dizendo não religiosos, pensam que a ciência um dia trará a resposta final e definitiva para todas as coisas, e põe sua fé nela.
  3. Política: outros pensam que a solução para todas as mazelas do mundo é política. Um governante um dia acabará com todos os problemas que existem.

Além desta angústia que busca respostas externas no mundo, somos uma geração que tem um sem fim de problemas internos, pois não busca a resposta onde deveria. Essas crises são, por exemplo:
  1. Depressão: Não encontrando respostas, perde-se o ânimo e a esperança pela vida.
  2. Identidade: Não encontrando respostas, eu devo ser algo diferente.

Mas a verdadeira solução para a angústia humana, para a pergunta “de onde vem o meu socorro?” é apenas uma…

2. O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a Terra.

E para cada angústia de nossa vida, Deus pode ser nosso socorro.

De onde virá o meu socorro?
O meu socorro vem do Senhor
Religião
Deus quer relacionamento
Ciência
Deus é criador e mantenedor
Política
Deus governa tudo e todos
Depressão
Deus é a minha esperança
Identidade
Em Deus encontro a razão de eu existir

E Porquê podemos ter tão grande confiança no Senhor?

  • Vers. 3-4: Ele não dorme. Está a todo momento cuidando de nós.
  • Vers. 5-6: Ele está cuidando do nosso dia a dia. Está próximo.
  • Vers. 7: Ele nos livra do mal, e um dia de “todo” mal que existe.
  • Vers. 8: Ele nos guarda de agora até a eternidade. Para sempre.


Jesus nos inspira a entoar este salmo. Ele subia para as festas em Jerusalém quando menino (Lc 2.40-42) e muito provavelmente, sabendo de todo sofrimento que um dia passaria, cantava “Levanto os meus olhos para os montes e pergunto: De onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.”
Um comentarista, sobre este salmo também disse algo muito belo.

“Convinha ao judeu peregrino a caminho de Jerusalém. Convém aos cristãos a caminho da Jerusalém Celeste”

Que nas angústias que tivermos nesta nossa caminhada, quando vier o sentimento de que falta algo possamos nos lembrar: O nosso socorro vem do Senhor.


E que quando virmos este mundo se perguntando angustiado: De onde virá o meu socorro? Possamos trazer esta mensagem de conforto e segurança eternos: O meu socorro vem do Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário